Campeonato Mineiro 1927

De Clube Atletico Mineiro - Enciclopédia Galo Digital
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Mineiro 1926
Mineiro 1926
Bandeira de Minas Gerais.png
Dados
Participantes 11
Organização LMDT (Liga Mineira de Desportos Terrestres)
Anfitrião
Período 10 de maio de 192711 de dezembro de 1927
Gol(s) Não disponível
Jogos
Média gol(s) por partida
Campeão Atlético3° título
Vice-campeão América
Campeão do interior
Melhor marcador Mário de Castro (Atlético) - 27 gols
Melhor ataque Atlético - 56 gols
Melhor defesa Villa Nova - 13 gols
Maior goleada América 10 x 2 Sete de Setembro, 15 de setembro - 1ª fase
Público
Média pessoas por partida
Outras divisões (campeões)
Premiações
Melhor jogador
Revelação
Melhor treinador
Melhor árbitro
Fair play
◄◄ Mineiro 1926   Bola de Futebol.png   Mineiro 1928 ►►

Resumo

  • Este foi o 3° título estadual conquistado pelo Atlético.
  • Com 27 gols, o atacante Mário de Castro foi o artilheiro da competição.
  • Pela primeira vez, o Atlético conquista o bicampeonato mineiro consecutivo
  • A maior goleada do torneio foi do América sobre o Sete de Setembro por 10 a 2.
  • Ao final da competição, o Villa Nova enviou oficio à LMDT para anunciar sua retirada da competição e que todos os seus resultados fossem anulados.

Fórmula de Disputa

Todas as equipes jogaram entre si, em um turno único. Os quatro primeiros colocados disputaram uma fase final, em que todos se enfrentaram novamente em turno único. As vitórias somavam dois pontos, os empates um. As partidas eram disputadas com dois tempos de quarenta minutos.

Clubes Participantes

No ano anterior, em 1926, o Palestra Itália se desfiliou da Liga Mineira de Desportos Terrestres (atual Federação Mineira de Futebol) e criou, junto com times que disputavam a segunda divisão do futebol Mineiro, a Associação Mineira de Esportes Terrestres (AMET). Naquele ano, essa associação não-oficial realizou um campeonato de futebol alternativo.

Em 1926, compunham a LMDT (atual FMF):
Club Athlético Mineiro
América FC
Palmeiras FC
Sete de Setembro FC
Guarany FC
Sport Club Calafate
Retiro FC (Nova Lima)
Villa Nova FC (Nova Lima)
Alves Nogueira FC (Sabará)
Olympic FC (Barbacena)
Itajubense FC (Itajubá)
Uberaba SC (Uberaba)


AMET
SS Palestra Itália
Gremio Ludopédio Calafate
Olympic FC
Avante FC
Botafogo FC
Santa Cruz FC
Ipiranga FC
AA Carlos Prates
Sport Club Fluminense
Sport Club Vespasiano (Vespasiano)


Em assembleia extraordinária realizada em 09 de maio de 1927, o presidente da LMDT, Dr. Moura Costa, anunciou a extinção da AMET e a permissão da filiação dos seus clubes à entidade oficial do futebol mineiro. A LMDT volta então a ser composta por duas divisões, e o Palesta Itália volta a disputar novamente a divisão principal. Nesta mesma data foi anunciada a possibilidade das equipes do Syrio Horizontino e do João Pinheiro de também integrarem o campeonato principal.

Assim sendo, o Campeonato Mineiro de 1927 ficou com a seguinte composição:

Clube
Município
Alves Nogueira F.C. Sabará
América-MG Belo Horizonte
Atlético Belo Horizonte
Guarany F.C./BH-MG Belo Horizonte
Palestra Itália Belo Horizonte
Palmeiras/NL-MG Belo Horizonte
Retiro S. Club Nova Lima
Sete de Setembro Belo Horizonte
Syrio Horizontino Belo Horizonte
Villa Nova Nova Lima

Tabela de Jogos

22/05/1927 - Atlético 3x2 Villa Nova-MG
22/05/1927 - América-MG 10x2 Sete de Setembro-MG

29/05/1927 - Atlético 6x1 Guarani/BH-MG
29/05/1927 - Palmeiras/NL-MG 0x5 Villa Nova-MG

05/06/1927 - Palestra Itália 9x1 Sete de Setembro
05/06/1927 - Villa Nova-MG 4x1 Retiro

12/06/1927 - Atlético 3x2 América
12/06/1927 - Palestra Itália 3x0 Guarani
12/06/1927 - Sete de Setembro 2x3 Villa Nova

19/06/1927 - Atlético 6x0 Retiro
19/06/1927 - América 1x4 Palestra Itália
19/06/1927 - Syrio 1x3 Palmeiras/NL-MG

03/07/1927 - América 3x1 Villa Nova
03/07/1927 - Guarani 3x4 Palmeiras/NL-MG

10/07/1927 - Atlético 1x1 Sete de Setembro
10/07/1927 - Palestra Itália 6x2 Syrio
10/07/1927 - Villa Nova 2x0 Alves Nogueira

17/07/1927 - Atlético 7x0 Syrio
17/07/1927 - Palestra Itália 3x0 Retiro
17/07/1927 - Alves Nogueira 3x1 Guarani

24/07/1927 - Atlético 5x0 Palmeiras/NL-MG
24/07/1927 - Alves Nogueira 0x7 Palestra Itália
24/07/1927 - Guarani 1x7 Villa Nova

31/07/1927 - Atlético 6x1 Alves Nogueira
31/07/1927 - Palestra Itália 0x3 Villa Nova

07/08/1927 - Palmeiras/NL-MG 2x3 Palestra Itália
07/08/1927 - Syrio 3x4 Villa Nova

14/08/1927 - Palestra Itália 2x4 Atlético

Devido as preparações para o Campeonato Brasileiro de Seleções (embrião do torneiro Campeão dos Campeões), o campeonato foi então interrompido pela Liga Mineira de Desportos Terrestres - LMDT, atual FMF. Por causa da paralização, as equipes do Alves Nogueira, Guarani, Palmeiras, Sete de Setembro, Syrio Horizontino e Retiro não tiveram condições de retornar à disputa. Assim sendo, a Liga decidiu anular todos os seus jogos. As equipes restantes se classficaram para a fase final.


Fase Final

04/09/1927 - Villa Nova 4x5 Atlético
04/09/1927 - Palestra Itália 4x6 América

27/11/1927 - Atlético 9x2 Palestra Itália

04/12/1927 - América x Villa Nova - O América não compareceu, perdendo por WO.

11/12/1927 - Palestra Itália x Villa Nova - O Palestra Itália não compareceu, perdendo por WO.
11/12/1927 - América 3x2 Atlético

Jogos do Atlético

TURNO
Código Rodada Data Horário Time 1 Placar Time 2 Estádio (Local)
192708 22/05/1927 Atlético 3 x 2 Villa Nova-MG Alameda (Belo Horizonte)
192710 29/05/1927 Guarani/BH-MG 1 x 6 Atlético Alameda (Belo Horizonte)
192711 12/06/1927 América-MG 2 x 3 Atlético Alameda (Belo Horizonte)
192712 19/06/1927 Atlético 6 x 0 Retiro-MG Alameda (Belo Horizonte)
192713 10/07/1927 Atlético 1 x 1 Sete de Setembro-MG Alameda (Belo Horizonte)
192714 17/07/1927 Syrio Horizontino 0 x 7 Atlético Alameda (Belo Horizonte)
192715 24/07/1927 Atlético 5 x 0 Palmeiras Alameda (Belo Horizonte)
192716 31/07/1927 Atlético 6 x 1 Alves Nogueira-MG Alameda (Belo Horizonte)
192717 14/08/1927 Palestra Itália-MG 2 x 4 Atlético Barro Preto (Belo Horizonte)
FASE FINAL
Código Rodada Data Horário Time 1 Placar Time 2 Estádio (Local)
192718 04/09/1927 Villa Nova-MG 4 x 5 Atlético Castor Cifuentes (Nova Lima)
192721 27/11/1927 Palestra Itália-MG 2 x 9 Atlético Alameda (Belo Horizonte)
192723 11/12/1927 Atlético 3 x 2 América-MG Alameda (Belo Horizonte)
Vitória
Empate
Derrota

A Campanha Final

Jogos V E D GP GC SG
Atlético 12 10 1 1 57 18 +39

Classificação

Posição Classificação Final
Clube Pontos Jogos Vitórias Empates Derrotas GP GC SG %
Atlético 10 6 5 0 1 26 15 +11 83,33%
América 8 6 4 0 2 15 14 +1 66,66%
Cruzeiro-MG 4 6 2 0 4 12 23 -11 33,33%
Villa Nova 6 2 1 0 5 10 11 -1 16,67%
Alves Nogueira 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Guarani-BH 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Palmeiras/NL-MG 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Retiro 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Sete de Setembro 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Syrio Horizontino 0 0 0 0 0 0 0 0 0%
Desclassificados pela LMDT

Artilheiros

Do Campeonato

  Este item está em fase de estruturação.  



Do Galo

Bola de Futebol.png Gols
Artilheiro(s)
27 Mário de Castro
13 Said
9 Jairo
5 Getúlio
3 Getulinho
1 Ivo

O Campeonato

Álbum de Ouro do Atlético (1967)


PRIMEIRO BI EM 1927

Muito mais árdua foi, sem dúvida, a caminhada alvi-negra para a conquista do bi-campeonato em 1927. E isto por várias razões. A primeira, porque seus adversários passaram a acreditar mais em suas possibilidades para a conquista do "bi"; a segunda, porque haviam três competidores a mais do que no ano anterior, sendo que dois deles - o Palestra Itália e o Vila Nova - bastante credenciados ao título; e, finalmente, porque, com a inclusão de três clubes interioranos - Vila Nova, Retiro é Alves Nogueira - os clubes da Capital teriam que lutar longe de suas torcidas, em ambientes estranhos e hostis, em campos pequenos e deficientes, além de ficarem a mercê de adeptos apaixonados e agressivos, comum em cidades pequenas.

Eram, pois, necessários muito ardor e maior prudência para se chegar ao fim almejado : o bi-campeonato. E assim fêz o Atlético.

Revivamos os detalhes da brilhante campanha.


O certame teve início a 22 de Maio, no campo do América, com uma prova de fogo para o alvi-negro : Atlético x Vila Nova. Mário de Castro, em uma de suas tardes inspiradas, marcou 3 gols, contra 2 dos vilanovenses. Resultado : Atlético, 3x2. Vitória difícil, mas importante. Equipe estreante : Rui Lage, Chiquinho e Evando; Franco, Brant e Ivo; Getulinho, Said, Jairo, Mário de Castro e Cardosinho. Juiz : Antônio Dionísio dos Santos.

No domingo seguinte, 29 de Maio, goleou o Guarani, no campo do América, por 6x1, com arbitragem de Damasio Tunes. Mário de Castro (3), Jairo (2) e Getulinho, os goleadores. Time vencedor: Osvaldo, Chiquinho e Binga; Alemão, Ivo e Franco; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getulão.

Em 12 de junho, o grande clássico : Atlético x América, no campo deste. Primeiro tempo : 1 x 1. Final : Atlético, 3x2. Gols de Mário (2) e Said. Quadro carijó : Osvaldo, Chiquinho e Brant; Hugo Jacques, Ivo e Franco; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getulão. Árbitro : Joseph Arcélus.

O time estava embalado e deslanchou sobre o Retiro : 6 x 0. Said foi expulso de campo ao 25.° minuto de jogo, disputando o Atlético o restante da partida com 10 elementos. Mário (3), Jairo, Getulinho e Ivo marcaram para o alvi-negro. O quadro : Rui Lage, Chiquinho e Brant; Hugo, Ivo e Franco; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getulão. Data : 19 de Junho. Local: campo do América. Arbitragem de Edgard Vieira.


A 10 de Julho, a primeira surpresa: Atlético, 1 x Sete de Setembro, 1. Um empate que não entrara nas cogitações atleticanas. O conjunto alvi-negro foi : Rui Lage, Chiquinho e Brant; Hugo, Ivo e Franco; Rui, Guerra, Getulão, Mário e Cardosinho. Gol de Mário de Castro. Campo do América.

A reação veio fulminante : Atlético. 7 x Sírio Horizontino, 0. O "onze": Rui Lage, Chiquinho e Brant; Hugo, Ivo e Franco; Getulão, Said, Jairo, Mário e Cardosinho. Data: 17 de Julho. Campo do América. Artilheiros : Mário (3), Getúlio. (2), Jairo e Said, um cada.

Outra goleada, agora sobre o Palmeiras, por 5 x 0. Data: 24 de Julho. Autores dos tentos: Said (2), Getulinho, Getulão e Mário. Equipe: Rui Lage, Chiauinho e Brant; Hugo, Ivo e Franco; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getulão. Campo do América.

Equipe do Atlético (1927). Ruy Lage - Chiquinho - Amador - Franco - Ivo - Calígula - Getulinho - Getúlio - Jairo - Mário de Castro e Cardoso, vendo-se ainda a Srta. Nenen Alluoto e o Diretor Esportivo Adelino Testi

E a "avalanche" continuou : Atlético. 6 x Alves Nogueira, 1. Formação alvi-negra : Rui Lage, Evandro e Chiquinho; Hugo, Ivo e Franco; Getulinho, Said. Jairo, Mário e Getulão. Tentos de: Mário (4), Jairo e Getulão. Campo do América: Juiz: João Viola. Data : 31 de Julho.

Para encerramento do turno, o segundo "clássico" do certame : Atlético x Palestra Itália. O resultado não deixou dúvidas : Atlético, 4x2. Gols de Mário (2) e Said (2). Local: "Estadinho do Barro Preto". Data : 14 de Agosto. Atuação de José Avelino. Time : Rui Lage, Chiquinho e Brant; Hugo, Ivo e Franco; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Cardosinho.


RETURNO

A segunda etapa do certame de 1927 foi disputada apenas pelos 4 "grandes", já que o Sete de Setembro, Sírio Horizontino, Palmeiras, Retiro, Alves Nogueira e Guarani desistiram de competir as finais.

Cumprindo seu primeiro compromisso do returno, o Atlético subiu a serra para enfrentar o Vila Nova, que, em seu campo, era quase invencível. O "Alçapão do Bonfim" já se tornara um tabu para os clubes mineiros. Cartada difícil e sumamente importante para os alvi-negros. E, confirmando a "escrita", o Vila Nova foi senhor absoluto da cancha até o 20.° minuto final, com o marcador acusando 4 x 1 a seu favor. Desolação e desesperança na torcida alvi-negra. Grande parte já havia deixado o campo em busca de seus veículos de retorno, quando algo aconteceu dentro do gramado: uma modificação no quadro carijó - Said, de centro-médio e Brant no ataque. Desespero de causa? Talvez. Esqueciam-se, porém, os céticos da tradicional fibra alvi-negra. E "Abi-chute" - cérebro, malícia, garra e tradição - tomou a si o encargo de modificar o panorama da peleja. Entendeu-se com Mário de Castro sobre a tática que iria pôr em prática. E o impossível aconteceu. Em 20 minutos, Mário, o fenomenal, o fabuloso Mário de Castro, transformou o placar de 4 x 1 em 4 x 4, para Getulinho, em seguida, fazer 5 x 4 a favor das cores alvi-negras. Era a consagração à tradição! Era a bravura, a fibra, o devotamento à jaqueta preta e branca que elevavam, mais uma vez vitorioso, o imortal pavilhão da Colina. Hosanas aos heróis : Osvaldo, Chiquinho e Brant; Franco, Ivo e Hugo; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getúlio. Apitou, João Viola. Data : 4 de Setembro.

A partida seguinte, contra o Palestra Itália, decidia, praticamente, o campeonato. Uma vitória alvi-negra representava a conquista, por antecipação, do bi-campeonato. E o Atlético, evidenciando sua categoria, "arrazou" o esquadrão celeste com uma vitória espetacular: 9x2. Said (3), Jairo (3), Mário (2) e Getulinho os "furacões" daquela tarde memorável. O juiz foi José Avelino e o palco, campo do América. Data : 26 de Novembro.

Para colocação das faixas, um clássico Atlético x América. O alvi-negro, esquecendo-se de que poderia se tornar campeão invicto, atuou sem maior interesse, perdendo por 2 x 3. Equipe bi-campeã : Rui Lage, Chiquinho e Brant; Franco, Ivo e Hugo; Getulinho, Said, Jairo, Mário e Getúlio. Said assinalou os tentos. Local: Campo do América. Árbitro : José Avelinho. Data : 11 de Dezembro.

RESUMO

Partidas disputadas: 12. - Vitórias: 10. - Derrotas : 1. - Empates : 1. - Gols a favor : 57. - Contra : 18. - Saldo : 39. Artilheiros : Mário de Castro 27, Said 12, Jairo 8, Getulinho 5, Getúlio 4 e Ivo 1. Bi-campeões: Osvaldo, Rui Lage, Chiquinho, Brant, Franco, Ivo, Hugo, Getulinho, Said, Jairo, Mário de Castro, Getúlio, Cardosinho, Evandro, Meimberg (Binga) e Alemão.

RESUMO GERAL DO BI-CAMPEONATO

Jogos disputados : 23. - Vitórias : 19. - Derrotas : 2. - Empates : 2. Gols a favor : 98. - Contra : 40. - Saldo : 58. Goleadores : Mário de Castro 48, Getúlio 15, Said 12, Jairo 8, Getulinho e Gondin 5, Rui Franco 2, Chiquinho, Cardosinho e Ivo, 1. Atuaram : Osvaldo, Rui Lage, Chiquinho, Brant, Franco, Ivo, Hugo, Romeu, Pinho, Gastão, Rui Franco, Getulinho, Said, Getúlio, Jairo, Mário de Castro, Cardosinho, Joanésio, Brandes (Alemão), Djalma (Maestro), Cícero, Gondin, Evando e Moacir Guerra.

Curiosidades

Em 1927 foi fundada a Associação Mineira dos Chronistas Desportivos, com a seguinte diretoria:
Presidente - Dr. J.Guimarães Menegali (Correio Mineiro)
Vice-Presidente - Gregoriano Canedo (Diário de Minas)
1o Secretário - Lyzandro Pinto (Correio Mineiro)
2o Secretário - Geraldo de Azeredo (Minas Geraes)
1o Thesoureiro - Emilio Curtise Lima (Diário de Minas)
2o Thesoureiro - Cézar Brigga Azamor (O Globo)
Orador: Albano de Moraes




Neste ano, Mário de Castro utilizava-se do codinome Orion.