Paulo Isidoro de Jesus

De Clube Atletico Mineiro - Enciclopédia Galo Digital
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Isidoro
9200797991_5629263406.jpg
Informações pessoais
Nome completo Paulo Isidoro de Jesus
Data de nasc. 3 de julho de 1953 (64 anos)
Local de nasc. Matozinhos-MG Bandeira de Minas Gerais.png, Brasil Brasil.png
Altura 1,74 m
Peso 64 kg
Apelido(s) Paulo Isidoro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Último clube Brasil.png Bandeira do Distrito Federal.png Planaltina-DF (1997)
Número 8
Posição Meio-campo
Revelado por Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Atlético (1973)
Princ. clubes Atlético, Guarani, Santos e Sel. Brasileira.
Total de jogos pelo Galo
Jogos 399
Gols 98
Estreia Barretos-SP 0 x 4 CAM - 02/02/1975
Último jogo Guarani-SP 2 x 1 CAM - 18/02/1987
Vitórias 235
Empates 112
Derrotas 52
Títulos Taças Minas Gerais de 1975 e 1976
Campeonatos Mineiros de 1975, 1976,
1978, 1985 e 1986
Atualizado em 18 de janeiro de 2011


Biografia

Paulo Isidoro de Jesus, mais conhecido como Paulo Isidoro, foi jogador do Atlético durante duas passagens: 1975 até 1979 e 1985 até 87. Vestindo a camisa alvinegra, o ex-jogador fez 399 partidas e marcou 98 gols.

Início de Carreira

Ainda garoto, de origem humilde, iniciou-se no futebol aos nove anos de idade no infantil do Cruzeirinho, como meio campo. Posteriormente, foi escalado como ponta-de-lança. "No Cruzeirinho, o técnico Cubu me ensinou muita coisa. Seu principal conselho: que eu jogasse fácil, não inventasse coisa alguma, não prendesse a bola e procurasse sempre passá-la para frente." Lembra o jogador.

Quando já jogava pelo juvenil, Paulo Isidoro mudou-se com a família para Belo Horizonte. Passou a jogar no Ideal, clube amador do Bairro das Graças. Foi numa partida pelo campeonato amador de juvenis - com quase cem clubes participantes - que o entao massagista do Atlético, Irineu, o viu e o levou para treinar com Barbatana.

Treinou por pouco tempo e foi logo emprestado ao Nacional-AM, mas tempo suficiente para o técnico recomendar sua contratação. Voltou a assumiu como titular no time dos juvenis. "Eu ganhava cem cruzeiros por mês e fui aumentado para cento e cinquenta."

No Atlético

Em 1973, com a idade estourada para os juvenis, Isidoro assinou seu primeiro contrato como profissional, com mil cruzeiros mensais. Não passava de um dos muitos jogadores que o clube mantinha para trocas e empréstimos, à espera que um deles resolvesse explodir.

Por isso, em 1974 Paulo isidoro foi novamente emprestado ao Nacional-AM para o Campeonato Brasileiro. Mas retornou para Belo Horizonte sem grandes destaques. Sua grande chance veio com a convocação dos jogadores titulares para a Seleção Brasileira, obrigando Telê Santana a armar um time com os reservas.

Com gols de raça e muita categoria, Isidoro ajudou o Atlético a manter-se invicto na última fase do Campeonato Mineiro. Com seus gols, o Galo derrotou o Cruzeiro e empatou com o time titular do América-MG. Com o retorno dos titulares, Isidoro esperou tranquilamente a sua oportunidade, que chegou no dia em que Marcelo desafinou contra o Guarani-MG. No intervalo, Telê chamou Isidoro, deu-lhe algumas instruções e o lançou no jogo.

Isidoro passou a se entender maravilhosamente bem com Reinaldo e o jogo mudou inteiramente. Ele construía a jogada, quebrava o forte esquema defensivo e Reinaldo aparecia para completar as jogadas com gols.

Neste período, o jogador conquistou três títulos estaduais, em 1975, 1976 e 1978. Em 1979, transferiu-se para o Grêmio onde conquistou dois estaduais (79 e 80) e um nacional (o Campeonato Brasileiro de 81). Já em 1985, voltou ao Galo e jogou até o ano de 1987, onde foi por duas vezes campeão mineiro, em 85 e 86. No final da temporada de 1987, o jogador se transferiu para o Guarani de Campinas.

Curiosidades

Paulo Isidoro por algumas vezes sofreu com acontecimentos estranhos. Por duas vezes pessoas comuns tentaram se passar pelo ídolo. Na primeira, assustou-se com seu nome nas páginas policiais: vários de seus cheques estavam sem fundo e deram um rombo considerável no comércio de Belo Horizonte. Cheques que ele perdera havia um ano, juntamente com os documentos e que permitiram a um vigarista qualquer uitilizá-los com uma assinatura falsificada.

Uma semana depois, surpreendeu-se novamente ao ler nos jornais que fora homenageado na cidade mineira de Madre de Deus. Ele, que no dia da homenagem, estava jogando pelo Galo, no Mineirão, foi visto e até fotografado na cidadezinha. O falso Paulo Isidoro era Vicente, garoto, companheiro de Atlético, ainda em experiência.

Ficha Técnica

Nome: Paulo Isidoro de Jesus
Posição: Meio-campo
Data de nascimento: 3 de julho de 1953
Local: Matozinhos-MG

Carreira

Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Atlético - 1973/1974
Brasil.png Bandeira do Amazonas.png Nacional-AM - 1974
Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Atlético - 1975/1979
Brasil.png Bandeira do Rio Grande do Sul.png Grêmio-RS - 1980/1983
Brasil.png Bandeira de São Paulo.png Santos-SP - 1983/1985
Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Atlético - 1985/1987
Brasil.png Bandeira de São Paulo.png Guarani-SP - 1987/1988
Brasil.png Bandeira de São Paulo.png XV de Jaú-SP - 1989
Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Cruzeiro-MG - 1989/1990
Brasil.png Bandeira de São Paulo.png Inter de Limeira-SP - 1991/1992
Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Valério-MG - 1992/1997
Brasil.png Bandeira do Distrito Federal.png Planaltina-DF - 1997

Multimídia

2010 - Paulo Isidoro participa do quadro "Onde está meu ídolo?" da TV Galo: <youtube250>3WSoa7PtxIk</youtube250>

Partidas Disputadas

Títulos

1974 - Brasil.png Bandeira do Amazonas.png Campeonato Amazonense - Nacional-AM
1975 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Taça Minas Gerais - Atlético
1975 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro - Atlético
1976 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Taça Minas Gerais - Atlético
1976 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro - Atlético
1978 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro - Atlético
1979 - Brasil.png Bandeira do Rio Grande do Sul.png Campeonato Gaúcho - Grêmio-RS
1981 - Brasil.png Campeonato Brasileiro - Grêmio-RS
1980 - Brasil.png Bandeira do Rio Grande do Sul.png Campeonato Gaúcho - Grêmio-RS
1984 - Brasil.png Bandeira de São Paulo.png Campeonato Paulista - Santos-SP
1985 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro - Atlético
1986 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro - Atlético

Outros

1982 - Planeta.png 5° lugar Copa do Mundo - Seleção Brasileira